Jovem Pan

sexta-feira, 29 de março de 2013

TIPOS DE RISCOS NO AMBIENTE DE TRABALHO



TIPOS DE RISCOS NO AMBIENTE DE TRABALHO


 A Indústria da Construção Civil é uma atividade econômica que esta classificada na categoria quatro de riscos de acidentes e tem vários tipos de riscos ex, trabalho em altura, e produtos químicos nauseio de cargas elevadas nas construções de prédios e pontes. É nacionalmente caracterizada por apresentar um elevado índice de acidentes de trabalho, e segundo pesquisa, está em segundo lugar na freqüência de acidentes registrados em todo o país. Esse perfil pode ser traduzido como gerador de inúmeras perdas de recursos humanos e financeiros no setor.
Os acidentes de trabalho têm sido freqüentemente associados a patrões negligentes que oferecem condições de trabalho inseguras e a empregados displicentes que cometem atos inseguros. No entanto, sabe-se que as causas dos acidentes de trabalho, normalmente, não correspondem a essa associação, mas sim às condições ambientais a que estão expostos os trabalhadores e ao seu aspecto psicológico, envolvendo fatores humanos, econômicos e sociais.  Os riscos do trabalho, também são chamados riscos profissionais, como sendo os agentes presentes nos locais de trabalho, decorrentes de precárias condições, que afetam a saúde, a segurança e o bem-estar do trabalhador, podendo ser relativos ao processo operacional (riscos operacionais) ou ao local de trabalho (riscos ambientais). , consideram riscos ambientais os agentes físicos, químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho, capazes de causar danos à saúde do trabalhador. Consideram-se agentes físicos as diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como ruídos, vibrações, temperaturas extremas, entre outras; consideram-se agentes químicos as substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo pela via respiratória nas formas de poeiras, neblinas, névoas, Ex poeira do cimento que causa endurecimento da parede do pulmão, enfisema pulmonar. Ex trabalho em altura risco de queda podendo causando múltiplas fraturas.


http:/www.segurancaetrabalho.com.br


               
RISCOS FÍSICOS

São aqueles gerados por máquinas e condições físicas características do local de trabalho, que podem
causar danos à saúde do trabalhador.
RISCOS FÍSICOS
COSEQÜÊNCIAS
Ruídos Cansaço, irritação, dores de cabeça, diminuição da audição, aumento da
pressão arterial, problemas do aparelho digestivo, taquicardia e perigo de
infarto.
Vibrações Cansaço, irritação, dores dos membros, dores na coluna, doença do
movimento, artrite, problemas digestivos, lesões ósseas, lesões dos tecidos
moles, lesões circulatórias, etc.
Calor Taquicardia, aumento da pulsação, cansaço, irritação, choques térmicos,
fadiga térmica, perturbações das funções digestivas, hipertensão.
Radiações
ionizantes
Alterações celulares, câncer, fadiga, problemas visuais, acidentes de trabalho.
Radiações
não ionizantes
Queimaduras, lesões nos olhos, na pele e nos outros órgãos.
Umidade Doenças do aparelho respiratório, quedas, doenças de pele, doenças
circulatórias.
Frio Fenômenos vasculares periféricos, doenças do aparelho respiratório,
queimaduras pelo frio.
Pressões anormais Hipirbarismos




Ruídos


Cansaço, irritação, dores de cabeça, diminuição da audição, aumento da
pressão arterial, problemas do aparelho digestivo, taquicardia e perigo de
infarto.


Vibrações

Cansaço, irritação, dores dos membros, dores na coluna, doença do
movimento, artrite, problemas digestivos, lesões ósseas, lesões dos tecidos
moles, lesões circulatórias, etc.

Calor

Taquicardia, aumento da pulsação, cansaço, irritação, choques térmicos,
fadiga térmica, perturbações das funções digestivas, hipertensão

Radiações
Ionizantes

Alterações celulares, câncer, fadiga, problemas visuais, acidentes de trabalho

Radiações
não ionizantes

Queimaduras, lesões nos olhos, na pele e nos outros órgãos.

Umidade

Doenças do aparelho respiratório, quedas, doenças de pele, doenças
circulatórias.

Frio

Fenômenos vasculares periféricos, doenças do aparelho respiratório,
queimaduras pelo frio.


Pressões
anormais

Hiperbarismos – Intoxicação por gases Hipobarismo – Mal das montanhas                                                         


                                                                                                                                              
www.areaseg.com/
www.fea.unicamp.br/adm/cipa/mapa_risco
www.btu.unesp.br/cipa/mapaderisco.htm






Referência http:/www.saudeetrabalho.com.br

                                                           
EXEMLO: DERMATOSE- CAUSADA PELO CIMENTO.

O cimento, a massa de cimento ou concreto, quando em contato freqüente com a pele de muitos trabalhadores da construção civil pode:
*Ressecar, irritar as mãos, os pés ou qualquer local onde a massa de cimento permanecer por certo tempo.
*produzir reações alérgica, e isso depende do contato do cimento com essa parte do corpo.
A dermatose ocorrida no serviço é como se fosse acidente de trabalho. Deve, pois, ser tratada pelos serviços médicos do SUS que atendem a esses casos. Se isso acontecer, a empresa deverá emitir a (CAT) Comunicado de Acidente do Trabalho; a fim de assegurar o salário do trabalhador e o tratamento da dermatose gra
tuita.

Extraído da cartilha dermatose profissional na construção civil causada pelo cimento, publicação da FUNDACENTRO-TEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário